domingo, 29 de agosto de 2010

O tédio e a tempestade


Tem dias que são assim mesmo,
dias de desencontro perfeito;
o que eu sonho, se distancia,
e o que eu menos quero,
é o que mais se aproxima…

As tardes são caminhos monótonos para a noite,
que é uma estrada de linhas retas, sem fim.
O sonho não chega, e quando vem, é sem cor.
Dias onde as noites são sempre assim,
cinzas, como céu sem estrelas,
praia sem ondas,
rio sem marolas…

E quando começa acreditar que nada vai mudar,
chega uma chuva de emoções,
uma tempestade de novos sentimentos,
uma ventania de razões que destoa de tudo,
é o amor, a paixão fulminante,
que tudo transforma, torna tudo tão vibrante.

Assim, seu jardim, outrora seco e sem vida,
se enche de flores, nesse peito de amores,
onde o nada é tudo,
e o tudo, apenas uma partícula.

Quando estamos amando,
as noites se enchem de perfume,
os dias são preenchidos pela esperança,
a alma fica doce, com jeito de criança.

Que o amor tome conta da sua vida,
e antes que você reclame, ou diga,
que já sofreu demais, que não acredita no amor,
deixe de lado esse sentimento bobo, esse rancor.
Prepare-se para viver a plenitude.
O amor não pede para entrar, ele invade,
não é mansidão, nem quietude.

Prepare-se!
O amor está onde não o procuramos,
está onde sempre esteve, tão perto e tão longe,
ao alcance das mãos aflitas, bocas sedentas,
de corpos ansiosos, coração que esquece a razão,
é pura emoção…

Se as mãos tremerem, o coração disparar,
se não conseguir desviar o olhar,
se não conseguir esquecer,
não adianta correr, nem tentar se esconder,
o amor te pegou e agora é só viver…
Seja feliz!

Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke

Oportunidades…


Exercitemos a paciência, o perdão e a fé em nosso dia a dia,
com aqueles entes queridos mais difíceis,
com o patrão exigente,
os colegas de trabalho menos calorosos,
com os vizinhos mais fechados,
ou aqueles que falam demais…

Tudo é oportunidade de crescimento e evolução,
em tudo podemos enxergar o que vai na nossa alma.
Assim, o preguiçoso, ao olhar para o mato alto,
já pensa em quanto trabalho terá e desiste.
O agricultor, já imagina o que poderá plantar,
e começa a roçar, e a semear, primeiro os sonhos,
depois com as sementes, que adubadas com amor,
vão gerar os frutos, abençoados pelo seu suor.

Bendito é aquele que consegue ver portas abertas,
onde os outros não vem nada além de barreiras.
Bendito o que busca perdoar, seguir adiante,
o que ergue a mão para levantar,
e que abaixa, para não atacar.
O que guarda a língua na boca para não difamar,
o que solta a voz para ensinar, educar, abençoar.

Tudo é oportunidade de crescimento e evolução,
até na dor mais sombria, na angustia tardia,
eu vejo possibilidades, enxergo luzes.
É Deus criando caminhos, oferecendo a redenção,
pois é Pai de misericórdia, nunca de aflição.
jamais de vingança!
E quando não o compreendemos, qual tal a uma criança.
Deus é o Pai generoso, que acolhe e abraça a nossa dor,
pois Deus, antes de mais nada, é o Pai do Amor.

Se para onde olhas, não vê esperança,
olhe para o céu e veja essa luz,
é Aquele que te ama, te abraça e chama,
o próprio Mestre Jesus.
Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke

Cada tempo tem o seu tempo

Não tenho o poder de tirar a sua dor,
e acredito que ninguém o tem.
Nem mesmo Deus, pode interferir no nosso arbítrio,
se é tempo de chorar, chore,
se é tempo de geme, gema,
se é tempo de recordar, recorde,
se é tempo de saudade profunda, sinta-a.
Mas, não se demore além do tempo necessário.
Tempo que o próprio tempo vem dizer-lhe.
Este sim, poderoso consolador,
vem abrandar, jamais apagar,
a marca da dor,usando a alquimia das horas,
a magia simples do amor.
Por isso,
não te peço que esqueça o ente querido,
ou o amigo inesquecível que morreu.
Não te peço que arrume outro amor hoje,
para esquecer este que tanto marcou e partiu.
Nem sou louco para te pedir que perdoe imediatamente,
quem tanto mal te fez.
Nem eu, nem Deus, que tudo espera.
Senhor do tempo, Senhor do Amor,
envia refrigérios para a alma aflita,
na forma de uma música bonita,
uma mensagem bem escrita,
uma poesia, ainda que sem rima,
que toca no coração,
pega a sua mão e diz:
-Vem, é tempo de renascer.
Se a lágrima que ainda rola no seu rosto,
queima a face, é tempo de refletir.
Talvez seja a hora de recomeçar o caminho,
seguir pela estrada que ainda reclama passos,
ir adiante, além da dor e do grito,
rumo ao seu futuro, rumo ao infinito.
Deus te ama profundamente…
Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke

Dos dias que deixamos correr



Dos dias que deixamos correr…

Quase sempre falamos da alegria da vida,
como se a tristeza não existisse,
como se a dor fosse sempre passageira,
e por vezes, assumimos até a mentira,
como se fosse a realidade verdadeira.

Não somos preparados para a dura realidade,
desde o ventre somos preservados,
e até o mais abandonado,
encontra sempre um que diz:
oh! coitado.

E assim seguimos a vida,
acreditando no que desejamos acreditar…

Quando crianças, a fada dos dentes,
o “homem do saco” e Noel com seus presentes.
Vamos crescendo cercados de ilusão,
deixamos brotar o amor ou ódio,
tudo dependendo da ocasião.
Ás vezes sem nenhum motivo,
vivemos quase que sem razão.

Eis que a Vida, sábia professora,
nem sempre tão alegre e nem tão sutil,
vem com uma dura lição,
que nos faz perder o chão,
é o amor que nos magoa,
a morte que nos leva alguém,
a doença que nos incapacita,
a fé que não move nem areia,
que dirá montanhas…

Então sofremos, não cremos.
Choramos, não nos consolamos.
Lamentamos, não nos aceitamos.
Ficamos cegos, blindados em nossas crenças.

Até que um dia, trocamos a dor pelo amor,
o medo pela sede de aprender,
a descrença pela fé racional,
então, já não esperamos mais,
nos tornamos senhores do nosso destino,
deixamos de ser vítimas, largamos o menino,
crescemos e nos tornamos realizadores.

Os vencedores se formam assim,
na certeza de que nenhuma dor é maior
que a nossa capacidade de lutar.
Que tudo pode ser transformado,
que nenhum sonho é impossível,
até que seja tentado e testado muitas vezes.

E é assim,que vencemos até a morte,
perpetuando nossa lembrança, que é muito forte,
na eternidade do tempo, que no fundo, no fundo,
é uma eterna criança, perdida no mundo.

Acredite em você!
Não se abata, nem se deixe desanimar.
Ainda há nas mãos, dedos e força,
capazes de transformar, desde que você ouça,
o conselho que o próprio tempo vem lhe dar:
- Nunca deixe de lutar!

Eu acredito em você.

Importante saber

Importante saber
Por Paulo Roberto Gaefke
Encontre-se!

Seu melhor amigo está diante do espelho.

Não há mais tempo para a lamentação vazia.
O intervalo exato entre a dor e o amor,
é a hora da sua decisão, seja ela qual for.

Da determinação do novo pensamento:
- Eu mereço ser feliz e conquistar tudo o que eu quero neste momento.

Então, arrume novos sonhos!
Tenha mais motivos para sorrir,
é tempo de florir.
Arrume um novo penteado,
se não tiver cabelos, use o seu charme, jogue tudo para o lado…
Brilhe, apareça, use da serenidade,
ninguém precisa saber quanto você tem ou não tem na conta.
Isso não conta…

Você já será muito rico se for feliz com o que tem.
Muita gente perde o sono, a paz e a vida,
correndo atrás do que não tem,
atrás de gente que “não vale um vintém”,
do que imagina ser importante, e não é.
Meu Deus é o óbvio ululante:
- Importante mesmo é você!

É o seu bem estar, são os seus pés, não os sapatos.
Importante é o seu corpo,

não o seu manequim.

Importante é a sua saúde,

não as anfetaminas.

Importante é o seu sorriso verdadeiro,

não o “amarelo”.

Importante é a sua fé,

não a sua crença.

Importante é a sua certeza,

não a dúvida dos amigos.

Importante é a sua caminhada,

não o mapa que te mandaram.

Importante é o seu trabalho,

não aquele do vizinho.

Importante é a sua casa,

não a da esquina.

Importante é a sua formação,

não a informação.

Importante é o seu desejo,

não o tesão do outro.

Importante é este dia,

o amanhã pode não acontecer,

e ontem,

ontem morreu e você esqueceu de enterrar.

Por isso, saiba o quanto você é importante para a vida,
que te acorda mais um dia para te lembrar,
que você é feito para amar,
para ser amado, querido, lembrado.

Por isso, não passe pela vida, nem deixe a vida te levar,
faça parte desse mundo, leve o seu melhor por onde for.
Seja gentil, seja careta, seja fiel, seja amor,
seja o que planta flores no caminho de pedras.

Lembre-se, o importante é ser quem você é,
representar um papel, só no teatro,
a vida não é uma comédia, nem um drama,
a vida é real, é fato.
A vida tem a exata proporção dos seus anseios.
Pensar pequeno é se esconder da sua própria capacidade,
e para vencer, a “Vida” te capacita, te dá todos os meios.
Pense grande!

Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke

A gentileza de servir




A gentileza de servir
Paulo Roberto Gaefke
A gentileza está em servir

A gentileza é a filha da humildade.

Espera!
Antes de gritar, experimenta o respirar profundo,
deixe-se envolver pela energia boa que ainda existe no mundo.

Apesar de tantos absurdos, de tanta violência,
somos filhos da persistência,
e gritamos em silêncio: viva a gentileza,
filha da inocência.

E por amor, e só mesmo com amor,
perdoamos, ajudamos, levantamos, oramos,
seguimos pela trilha difícil da incompreensão,
e onde esperam uma pedra, estendemos a mão.

Por isso, não entendemos governantes tiranos,
países onde o apedrejamento é lei,
onde seres humanos são divididos por castas,
onde a pele de determinada cor tem mais valor,
onde o saldo bancário positivo é sinal de classe(?).
onde o saber da velhice é desprezada,
trocada por diplomas sem rugas,
jogada pelas ruas…

Gentileza!
Seja gentil!
Ofereça o lugar,
ofereça o braço,
ceda o espaço,
envolva-se no abraço.
Deixe de lado o discurso fácil dos inconformados,
seja a mudança que tanto espera ver,
para que todos possam crer.

Seja a própria humildade, que se compraz em servir,
sem pensar na recompensa do porvir,
do tempo que passa e diz:
é tempo de ser simplesmente feliz.


Por onde for,
seja o amor.

Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Sinta!



Sinta!
A brisa da tarde convida, é uma festa da vida,
que insiste em se revestir de cores, flores,
mesmo para quem sofre, por amor, todas as dores.
Da desilusão, do arrependimento pelo que não foi,
mas poderia ter sido,
pelo que deixou de se cumprir,
pelo que acabou antes de existir.
Sinta!
O cheiro da noite chegando,
é o resto do calor da tarde,
que se prolonga até a lua chegar,
vem como presente anunciar:
sempre é tempo de amar!

Sinta!
A madrugada que entra pela janela,
não é a amiga da solidão, uma quimera,
nem a culpada pela insônia, quem dera…
É a “Senhora do amor”,
que convida, seja quem for,
para viver a plenitude da sensibilidade,
sem se importar com o corpo ou com a idade.
Pois a vida, formada pelas horas, é convite,
é plenitude e ponte para a felicidade.
Sinta!
Sou eu, que na noite inspirada,
segue nesta caminhada,
que acaba em missão:
levar até você, o meu coração.
Sinta-se!
Deixe-se revelar na serenidade do tempo,
você é mais do que chama acesa,
é o próprio amor em forma de tocha,
é mão que ampara, é a minha rocha.
Em você, quero fixar a minha morada,
mais do que amantes, alma enamorada.
Mais do que o tempo, quero ser sentimento,
força que não se apaga, mais do que saudade,
o amor que se perpetua, a própria eternidade.
Sinta meu amor assim,
e nunca mais fuja de mim.
Apenas, sinta!

Eu acredito na força do amor que se renova sempre
Paulo Roberto Gaefke

Chacoalhão

A lamentação é a "oração de louvor" ao diabo, ou as forças do Mal, como queira.

Quem permanece na reclamação fácil, só vê a sua vida e a sua situação piorar.
Pior, parece que os "lamurientos", vivem para se reunir e disputar quem está mais
"desgraçado".

Um diz: - Estou devendo mais de 10 mil reais, já não durmo!
O outro já emenda:- Hum, isso não é nada, eu devo mais de 50 mil, já nem acordo.
Outra reclama que o marido bebe muito: - meu marido bebe mais de 3 doses de pinga por dia.
A outra já querendo "aparecer", replica:
- O meu toma 1 litro só no café da manhã...

É um festival de "desgraça" para todos os lados,
e as pessoas vão se prendendo na teia de aranha que é a reclamação fácil.

A reclamação é a porta de entrada para uma vida de insucesso, de fracassos e muita dor.

Ora, aquele que desperta para a vida, sabe que se ficar de braços cruzados,
nem o ônibus vai parar para ele.

Até para pegar um ônibus é preciso "dar sinal", levantar o braço, fazer um esforço.

Pois eu te convido a levantar o braço e selar a boca para as coisas ruins.

Faça um contraponto, seja luz, seja esperança, seja batalha viva.

Tome posse da sua vida, tome posse do que lhe aflige.

Se o terreno do vizinho está vazio e servindo como lixão, não ligue para a Prefeitura para denunciar. Antes, ligue para o vizinho e peça licença para plantar flores, criar uma pequena horta, até ele resolver construir.

Convide alguns vizinhos dispostos e crie a horta comunitária, o jardim das belezas,
e você vai ver, onde alguém toma posse de algo, as pessoas respeitam, não jogam mais lixo.

Então, tome posse de você.
Diante dos problemas (quem não os tem?), seja prático, objetivo e veja o lado bom
de cada coisa.

O diabético, deve dizer pela manhã - Graças a Deus, ela está sob controle!

O endividado deve agradecer por não ter feito nenhuma nova dívida.

O parente do "viciado", deve continuar buscando ajuda incessantemente,
amorosamente, mas sem deixar de viver a sua vida.

O que perdeu um ente querido deve "viver o luto", mas não por 10, 15, 20 anos ou mais.
Tudo tem seu tempo debaixo do sol.

Fazer-se de vítima, de coitadinho que não entende porque é "tão sofrida a sua vida",
não ajuda em nada, pelo contrário, só prejudica.

Tome posse da sua vida, do seu falar, da sua alegria, das tristezas, das certezas,
das emoções, dos desejos reprimidos, do gosto amargo e do doce que ficou na boca.

Junte tudo, misture e levante o braço:
dê sinal para o ônibus da vida que passa todos os dias na porta da sua casa,
e as vezes, você nem vê.

É hora de pegar a condução para a felicidade, e você sabe, "sem reclamar,
o ponto chega bem mais depressa."

Tome posse de você!

(Paulo Roberto Gaefke)


Fita o Céu e Caminha






sábado, 21 de agosto de 2010

MOMENTOS DA VIDA!



MOMENTOS DA VIDA!

Ás vezes aparecem em nossas vidas
Momentos difíceis;
Momentos que tiram as nossas forças,
junto de nossa coragem.
Parecem ser momentos muito fortes,
momentos incombatíveis...
E muitas vezes nós nos deixamos vencer por estes “momentos”.
Poucas pessoas sabem, que o coração do ser humano,
guarda segredos... Um de seus segredos,
é uma força que combate qualquer momento...
Essa força se chama FÉ!
Ela é imensamente forte...
Ela é a certeza, e o sorriso junto da paz.
Ela é o alimento da alma,
ela a cultiva, e faz brotar a Felicidade.
Daí pela frente essa FÉ descoberta, percorre pela veias...
E enfim é vivida.
Faça de cada lágrima de dor,
uma gotinha de coragem em busca pela felicidade!
E tenha sempre em mente o Amor de Deus.
Deus mora em sua vida não tenha dúvidas,
Confie Nele!
Ele não coloca desafios que você não possa enfrentar;
Ele coloca desafios para que você cresça no amor
E na vontade de viver...
E que “Momentos” são apenas momentos,
E que a FÉ, é um Segredo Eterno.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

EQUILÍBRIO



EQUILÍBRIO


Equilíbrio é firmeza e segurança.

Quem vive em equilíbrio, vive sereno e confiante, não vacila, não corre, não empurra ninguém. Caminha, sabendo para onde se dirige.

Pode a vida oferecer-lhe múltiplas experiências, as mais felizes e as mais danosas, e o homem equilibrado logo assume o controle em todas as situações.

Para ele, viver é aprender; sabe tirar proveito de tudo, considera todas as circunstâncias como lições, acomoda valores, organizando sua economia moral.

É um privilégio a oportunidade de vivermos ao lado de uma pessoa assim. Com ela adquirimos também o dom maravilhoso do equilíbrio.

Esta palavra nos fala muito de perto, sobretudo neste século de transformações vertiginosas, diante das quais todos se desequilibram.

Ninguém que viva inseguro poderá viver feliz.

Equilíbrio. Como obtê-lo? perguntarão.

Não há uma fórmula para a resposta. Resta saber que depende muito de nossos esforços e sobretudo de entender ou procurar entender a finalidade desta vida. O raciocínio mais simples nos faz compreender que tudo age para um fim num plano que foge à nossa percepção relativa. A mais obscura célula trabalha no conjunto que define um órgão; este integra um sistema que, junto a outros, constitui o organismo.

Compreender a vida é descobrir dentro de si mesmo os valores sepultados que nos são conhecidos, e aflorá-los para que se revelem através dos nossos atos.

Dizem todos os pensadores que a maior realização do homem é o conhecimento de si mesmo, sem o que sua vida é algo sem expressão; só experiência e dor.

O auto-conhecimento faz o homem ter paz consigo mesmo, com a humanidade e com Deus. Ao encontrar-se, sabe o que faz no mundo. Vive em equilíbrio.

Fonte: VEM
Autor Espititual: Cenyra Pinto
Psicografada por: Chico Xavier

O Auxílio Virá



O Auxílio Virá

O problema que te preocupa talvez te pareça excessivamente amargo ao coração.

E tão amargo que talvez não possas comentá-lo, de pronto.

Às vezes, a sombra interior é tamanha que tens a idéia de haver perdido o próprio rumo.

Entretanto, não esmoreças.

Abraça o dever que a vida te assinala.

Serve e ora.

A prece te renovará energias.

O trabalho te auxiliará.

Deus não nos abandona.

Faze silêncio e não te queixes.

Alegra-te e espera, porque o Céu te socorrerá.
Por meios que desconheces.

DEUS permanece agindo.



FONTE: Página recebida no Grupo Espírita da Prece,
em reunião da noite de 30 de Abril de 1977,
em Uberaba, Minas Gerais
Autor Espiritual : Emmanuel
Psicografada por: Francisco Cândido Xavier

Nossa Vida



Nossa Vida

Nossa Vida Que o suceder de nossa vida não seja apenas um aglomerado, um passar de dias ociosos, fúteis, vazios de significado.

Que cada hora de nossa vida seja o agradecimento da oportunidade que nos está sendo dada.

Não importa a situação que ocupemos nesta vida na Terra: o grande executivo, o simples operário, a criatura humilde que passa despercebida de todos.

Temos o nosso papel de importância máxima no desenrolar da vida.

Não usemos a palavra como punhal para ferir, retalhar e destruir corações, causando mágoas, ódios e ressentimentos.

Que a nossa palavra seja o bálsamo para aliviar a opressão, a tristeza, a escuridão que tantas vezes oprime os corações.

Ah, quisera eu que entendessem, agora, o quanto, na simplicidade da vida, no seu dia-a-dia, poderão ser úteis, com sua diligência, seu amor, seu gesto de atenção, sua serenidade na hora certa.

Que tal oportunidade não se perca ante tantas ilusões, tantas distracções do caminho!

Que não sejam cegos da alma, caminhando rumo a um objectivo sem nada mais verem ao seu redor, deixando de semear, alimentando-se de glórias efémeras, para, ao fim, colherem apenas o vazio e a desilusão.

Semeemos enquanto caminhamos; sejamos generosos de amor, de sorrisos, de compreensão.

De pequeninos actos é feita a vida. Deus não espera de nós que conquistemos o mundo, mas espera que conquistemos corações, que alegremos a vida dos sofredores, que ajudemos a erguer os caídos.

Não foi entre grandes sábios que Cristo buscou seus discípulos. Buscou-os entre gente simples, cuja riqueza só estava no coração, na alma que floresceria com os seus ensinamentos.

A glória do mundo é efémera e traz o gosto do vazio e da desilusão. A conquista do reino espiritual nos dá a paz, a alegria imorredoura, a certeza de que jamais estaremos sós.

Façamos a nossa escolha, portanto, buscando para começo o equilíbrio, o comedimento das emoções e a fé inabalável de que o Cristo é por nós, agora e sempre.



Fonte Mensagem recebida no Centro Espírita "Allan Kardec",
de Campinas-SP, na noite de 23/01/1997
Autor Espiritual : Scheilla
Psicografada por: Sônia Maria de Almeida

Caminho


C A M I N H O

Mostremos o caminho, ensinemos a caminhar, mas não obriguemos ninguém a seguir sobre os nossos passos.

Cada espírito tem a sua própria trajetória na conquista das experiências que lhe dizem respeito.

Não nos aflijamos porque observemos aqueles que mais amamos distanciando-se de nós, ao enveredarem por perigosos atalhos.

Em essência, esteja onde estiver, cada qual estará buscando a sua realização pessoal.

O anseio da descoberta é apanágio de todos os espíritos.

As palavras, por mais fiéis, nunca transmitem as lições que somente a experiência conseguirá, na liguagem inarticulada da dor.

Para seguirmos juntos não teremos necessariamente que caminhar lado a lado; os caminhos paralelos acabam por se convergirem adiante ...

Palmilhemos a senda que nos diz respeito, estendendo, além de seus limites, as nossas mãos em auxílio aos que avançam pelas veredas que elegeram para si.

Afirmando ser o Caminho, Jesus não exigiu que ninguém o seguisse!

Compreendamos, assim, os companheiros que se afastam de nós e oremos a Deus pela sua felicidade, renunciando à alegria de tê-los connosco na jornada que empreendemos.

Quanto a nós, perserveremos no cumprimento do dever que abraçamos, longe do qual estaremos sempre desnorteados em nós mesmos, em completo desencontro com a Vida.



FONTE: Livro "Lições da Vida"
Autor Espiritual : Irmão José
Psicografada por: Carlos A. Baccelli

Luta por seres feliz

http://1.bp.blogspot.com/_4YmXgkUWi_Y/TDzQAJNW5sI/AAAAAAAAJe4/jkEAz1ac0tw/s1600/Sorriso2.jpg

Caminha placidamente entre o ruído e a pressa. Lembra-te de que a paz pode residir no silêncio.
Sem renunciares a ti mesmo, esforça-te por seres amigo de todos.
Diz a tua verdade quietamente, claramente.
Escuta os outros, ainda que sejam torpes e ignorantes; cada um deles tem também uma vida que contar.
Evita os ruidosos e os agressivos, porque eles denigrem o espírito.
Se te comparares com os outros, podes converter-te num homem vão e amargurado: sempre haverá perto de ti alguém melhor ou pior do que tu.
Alegra-te tanto com as tuas realizações como com os teus projectos.
Ama o teu trabalho, mesmo que ele seja humilde; pois é o tesouro da tua vida.
Sê prudente nos teus negócios, porque no mundo abundam pessoas sem escrúpulos.
Mas que esta convicção não te impeça de reconhecer a virtude; há muitas pessoas que lutam por ideais formosos e, em toda a parte, a vida está cheia de heroísmo.
Sê tu mesmo. Sobretudo, não pretendas dissimular as tuas inclinações. Não sejas cínico no amor, porque quando aparecem a aridez e o desencanto no rosto, isso converte-se em algo tão perene como a erva.
Aceita com serenidade o cortejo dos anos, e renuncia sem reservas aos dons da juventude.
Fortalece o teu espírito, para que não te destruam desgraças inesperadas.
Mas não inventes falsos infortúnios.
Muitas vezes o medo é resultado da fadiga e da solidão.
Sem esqueceres uma justa disciplina, sê benigno para ti mesmo. Não és mais do que uma criatura no universo, mas não és menos que as árvores ou as estrelas: tens direito a estar aqui.
Vive em paz com Deus, seja como for que O imagines; entre os teus trabalhos e aspirações, mantém-te em paz com a tua alma, apesar da ruidosa confusão da vida.
Apesar das suas lutas penosas e dos sonhos arruinados, a Terra continua a ser bela.
Sê cuidadoso.

Luta por seres feliz.

(Inscrição datada do ano de 1692. Foi encontrada numa sepultura, na velha igreja de S. Paulo de Balt

Luz em t



Luz em ti...

É um tesouro inigualável, teu somente.

Ninguém dispõe dele em teu lugar.

Nas horas mais difíceis, podes gastá-lo sem preocupação.

Quando alguém te fira, é capaz de revelar-te a grandeza da alma, no brilho do perdão.

No momento em que os seres mais queridos porventura te abandonem, será parte luminosa de tua bênção.

Ante os irmãos infelizes, é o teu cartão de paz e simpatia.

Nos empreendimentos que te digam respeito ao próprio interesse, converte-se em passaporte para a aquisição das vantagens que desejes usufruir.

No relacionamento comum, transforma-se na chave para a formação das amizades fiéis.

Na essência, é um investimento, a teu próprio favor, que realizas sem o menor prejuízo.

Esse tesouro é o teu sorriso, - luz de Deus em ti mesmo, - que nenhuma circunstância pode extinguir e que ninguém consegue arrebatar.
Meimei

quinta-feira, 19 de agosto de 2010



É a esperança que nos dá a alegria de viver...


É a desistência que nos faz morrer...


Que a esperança esteja sempre convosco...


Agarra-a porque ela está no meio de nós .

Muitas dificuldades aparecem
em nossa vidas temos de ser firmes
e corretos para que possamos
passar por este obstaculos com muita
determinação e força e prosseguir
com a mesma intensidade!

Esperança


CONFIANÇA



Plainando no ar, inconscientemente, a ave colorida confia...

Desabrochando ante a luz, o botão confia e desata perfume, beleza, pólen e vida...

Nas cambiantes da vida só o homem se atormenta, buscando não sabe o quê, enquanto, sem o notar, crê e confia...

Crê no automatismo orgânico e dele não se dá conta.

Confia que despertará amanhã após a noite de sono e nada lhe atesta que o conseguirá...

Assinala compromissos a largos prazos e crê que logrará superá-los, apesar de segurança alguma lhe afirmar o êxito.

Confia no pão que ingere, para o "milagre" da digestão...

Confia na água que sorve sem a qual não pode sobreviver, mas não duvida da sua potabilidade.

Confiança é sol interior.

Fé é luz divina emboscada na mente a verter esperança para o coração sedento de amor.

Alma peregrina do amor e da beleza, confia!

Se teus pés doem no roteiro áspero - avança!

Se tens sede de ternura - ama!

Se desejas vencer a amargura e a aflição - confia!

Confiança é presença de Deus no coração vertendo bênçãos para a mente em ardência de agonia.



"Fé é luz divina emboscada na mente a verter esperança para o coração sedento de amor".
"EROS"


Fonte: LIVRO: "Heranças de Amor"
Autor Espititual: EROS
Psicografada por: Médium: Chico Xavier

domingo, 8 de agosto de 2010

PAI




Este homem que eu admiro tanto,
com todas as suas virtudes e também com seus limites.
Este homem com olhar de menino, sempre pronto e atento,
mostrando-me o caminho da vida, que está pela frente.

Este mestre contador de histórias
traz em seu coração tantas memórias,
espalha no meu caminhar muitas esperanças,
certezas e confiança.

Este homem alegre e brincalhão,
mas também, às vezes, silencioso e pensativo,
homem de fé e grande luta,
sensível e generoso.

O abraço aconchegante a me acolher, este homem,
meu pai, com quem aprendo a viver.
Pai, paizinho, paizão...
meu velho, meu grande amigão, conselheiro e leal amigo:
infinito é teu coração.

Obrigado, pai, por orientar o meu caminho,
feito de lutas e incertezas
mas também de muitas esperanças e sonhos
Amamos Amar vc!!!



HOMEM NÃO CHORA...
Pai chora.É só ver as fotos de nascimento, formatura e casamento dos filhos.
HOMEM NÃO DÁ O BRAÇO A TORCER...
Pai dá. Tem pai teimoso, pai cabeça-dura, mas não existe pai que não queira a felicidade dos seus filhos.
HOMEM NÃO VOLTA ATRÁS...
Pai volta. Pai ouve, pai pensa, reflete e muda de opinião quando os filhos estão certos.
HOMEM NÃO LEVA DESAFORO PARA CASA...
Pai leva. Para pôr comida em casa, pagar as contas, manter a familia, pai engole sapo.
CORAÇÃO DE HOMEM NÃO BATE, DÁ PANCADA. ..
Pai tem coração mole, pai é manteiga derretida, pai é pai. E, muitas vezes, pai é mãe também.
♥FELIZ DIA DOS PAIS♥

sábado, 7 de agosto de 2010

Reflita sobre o PAI NOSSO

'Praying hands' de Albrecht Dürer
Reflita sobre a nossa cotidiana oração, sobre
os valores nela contidos e sobre a correspondência,

a ela, de nosso comportamento.


“Pai-Nosso”: não podemos dizer Pai-Nosso, se não conseguirmos ver no outro um irmão;

“Que estais no céu”: não podemos assim dizer, se não acreditamos que, além desse mundo, existe um outro;

“Santificado seja o Vosso nome”: agredindo, desrespeitando, injustiçando, estaremos santificando o Seu nome?

“Venha a nós o Vosso reino”: o reino de Deus é de paz, paz que advém da prática da bondade, da justiça. Estamos deixando o amor crescer dentro de nós, para merecermos o Seu reino?

“Seja feita a Vossa vontade”: a vontade de Deus e não a nossa. Estamos agindo com resignação? Aceitamos o nosso destino ou estamos sempre revoltados?

“Assim na terra como no céu”: estamos praticando as boas ações para merecer o céu? Acreditamos ser a vida uma passagem, compreendida como trânsito terreno de retorno a Deus?

“O pão nosso de cada dia, nos dai hoje”: referência ao trabalho. Estamos nos dedicando, nos esforçando para não faltar o pão? Ganharás o pão com o suor de seu rosto”, nos diz a Bíblia. Estamos desfrutando do dia de hoje ou desprezando o hoje pelo amanhã. O amanhã só se sustentará pelo hoje;

“Perdoai as nossas ofensas”: fazemos ato de contrição, em arrependimento sincero de nossos erros, em repetidos exames de consciência? Queremos o perdão, mas sabemos perdoar, ou somos rancorosos e vingativos?

“Assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido”: estamos nos orientando, na vida, pela compreensão ou pela crítica maldosa, pelo julgamento inflexível? “Quem estiver isento de culpa, que atire a primeira pedra”, conclamou Jesus e advertiu-nos: “orai, não apenas pelos amigos, mas também pelos inimigos”. Os maus são vítimas de si mesmos, prejudicam muito mais a si que ao outro. Ninguém é mau porque quer. Quem conhece a luz jamais quer a escuridão;

“E não nos deixeis cair em tentação”: estamos nos fortalecendo na fé, na devoção? Estamos nos escorando na consciência, na humildade, destronando a soberba vaidade, a fim de ficarmos mais distantes da tentação?

“Mas, livrai-nos do mal”: estamos caminhando em direção oposta ao mal, guiando-nos pela verdade, pela justiça, pela solidariedade?

“Amém”: Não podemos dizer amém, se não concordamos ou se não tivermos o firme propósito de viver de acordo com os ensinamentos da oração. Ao dizer amém, estamos selando um pacto com os preceitos contidos no “Pai-Nosso”.

Amigo


Amigo é coisa difícil de achar,
Amizade, pelo tempo testada,
É raridade, fato a se exaltar,
É atitude a ser cultivada.
Amigo é suporte, é aliança,
É ombro, segredo e confiança.


Verdadeira amizade varre o tempo,
Enfrenta com firmeza as tempestades,
Não se ausenta nos contratempos,
Caminha junto pela eternidade,
Não some numa chuva de verão,
Ao outro se une, como os dedos das mãos.

Na adversidade não se está sozinho,
Tem-se sempre alguém com quem contar,
Alguém que nos compreende com carinho,
Que no nosso mundo entra pra ficar.
Quem na vida um amigo tem,
Deve ajoelhar-se, dizer amém!

Amigo



Amigo

Quando a voz de um amigo se cala,
nosso coração continua a ouvir
o seu coração,
porque na amizade,
todos os desejos, ideais, esperanças,
nascem e são partilhados sem palavras,
numa alegria silenciosa.

Quando nos separamos de um amigo,
não devemos nos desesperar,
pois o que nós amamos nele
pode tornar-se mais claro na sua ausência,
porque a amizade é o amadurecimento
e que o melhor de nós
seja para o nosso amigo.

Gibran Khalil Gibran

Aprendi


Aprendi..




Aprendi que eu não posso exigir o amor de ninguém.

Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim e Ter paciência, para que a vida faça o resto.

Aprendi que não importa o quanto certas coisas sejam importantes para mim, tem gente que não dá a mínima e eu jamais conseguirei convencê-las.

Aprendi que posso passar anos construindo uma verdade e destruí-la em apenas alguns segundos.

Que posso usar o meu charme por apenas 15 minutos, depois disso, preciso saber do que estou falando.

Eu aprendi...Que posso fazer algo em um minuto e ter que responder por isso o resto da vida.

Que por mais que se corte uma pão em fatias, esse pão continua tendo duas faces, e o mesmo vale para tudo o que cortamos em nosso caminho.

Aprendi... Que vai demorar muito para me transformar na pessoa que quero ser, e devo ter paciência.

Mas, aprendi também que posso ir além dos limites que eu próprio coloquei.

Aprendi que preciso escolher entre controlar meus pensamentos ou ser controlado por eles.
Que os heróis são pessoas que fazem o que acham que devem fazer naquele momento, independentemente do medo que sente.

Aprendi que perdoar exige muita prática.

Que há muita gente que gosta de mim, mas não consegue expressar isso.

Aprendi... Que nos momentos mais difíceis, a ajuda veio justamente daquela pessoa que eu achava que iria tentar piorar as coisas.

Aprendi que posso ficar furioso, tenho o direito de me irritar, mas não tenho o direito de ser cruel.

Que jamais posso dizer a uma criança que seus sonhos são impossíveis, pois seria uma tragédia para o mundo se eu conseguisse convencê-la disso.

Eu aprendi que meu melhor amigo vai me machucar de vez em quando, e que eu tenho que me acostumar com isso.

Que não é o bastante ser perdoado pelos outros, eu preciso me perdoar primeiro.

Aprendi que, não importa o quanto meu coração esteja sofrendo, o mundo não vai parar por causa disso.
Eu aprendi... Que as circunstâncias de minha infância são responsáveis pelo que eu sou, mas não pelas escolhas que eu faço quando adulto;

Aprendi que numa briga preciso escolher de que lado eu estou, mesmo quando não quero me envolver.

Que, quando duas pessoas discutem, não significa que elas se odeiem; e quando duas pessoas não discutem não significa que elas se amem.

Aprendi que por mais que eu queira proteger os meus filhos, eles vão se machucar e eu também. Isso faz parte da vida.

Aprendi que a minha existência pode mudar para sempre, em poucas horas, por causa de gente que eu nunca vi antes.

Aprendi também que diplomas na parede não me fazem mais respeitável ou mais sábio.

Aprendi que as palavras de amor perdem o sentido, quando usadas sem critério.

E que amigos não são apenas para guardar no fundo do peito, mas para mostrar que são amigos.

Aprendi que certas pessoas vão embora da nossa vida de qualquer maneira, mesmo que desejemos retê-las para sempre.
Aprendi, afinal, que é difícil traçar uma linha entre ser gentil, não ferir as pessoas, e saber lutar pelas coisas em que acredito.”

William Shakespeare

EU APRENDI


que a melhor sala de aula do mundo está aos pés
de uma pessoa mais velha;


que ter uma criança adormecida nos braços
é um dos momentos mais pacíficos do mundo;


que ser gentil é mais importante do que estar certo;


que nunca se deve negar um presente a uma criança;


que eu sempre posso fazer uma prece por alguém
quando não tenho a força para ajudá-lo de alguma outra forma;


que não importa quanta seriedade a vida exija de você,
cada um de nós precisa de um amigo brincalhão para se divertir junto;


que algumas vezes tudo o que precisamos é de uma mão para segurar
e um coração para nos entender;


que os passeios simples com meu pai em volta do quarteirão
nas noites de verão quando eu era criança fizeram maravilhas
para mim quando me tornei adulto;


que deveríamos ser gratos a Deus por não nos dar tudo que lhe pedimos;


que dinheiro não compra "classe";


que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espetacular;


que debaixo da "casca grossa" existe uma pessoa
que deseja ser apreciada, compreendida e amada;


que Deus não fez tudo num só dia; o que me faz pensar que eu possa ?


que ignorar os fatos não os altera;


que quando você planeja se nivelar com alguém,
apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;


que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;


que a maneira mais facil para eu crescer como pessoa
é me cercar de gente mais inteligente do que eu;


que cada pessoa que a gente conhece deve ser saudada com um sorriso;


que ninguem é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;


que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;


que as oportunidades nunca são perdidas;
alguém vai aproveitar as que você perdeu.


que quando o ancoradouro se torna amargo
a felicidade vai aportar em outro lugar;


que devemos sempre ter palavras doces e gentis
pois amanhã talvez tenhamos que engolí-las;


que um sorriso é a maneira mais barata de melhorar sua aparência;


que não posso escolher como me sinto,
mas posso escolher o que fazer a respeito;


que todos querem viver no topo da montanha,
mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;


que só se deve dar conselho em duas ocasiões:
quando é pedido ou quando é caso de vida ou morte;


Que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.